Guias Espirituais

Para que possamos entender o que quer dizer Guias de Umbanda, precisamos entender como guias todos osespíritos que trabalham dentro das correntes de espíritos organizados do plano astral e que circulam dentro daUmbanda nas mais diversas vestimentas ou formas plasmadas de se apresentar, como os Caboclos, Pretos-Velhos, Baianos, Boiadeiros, Exús e outros.

Quando os Regentes Planetários criaram a Umbanda e codificaram como espiritualista, abriram-na para todos osespíritos que quisessem atuar através dela junto dos encarnados. O que foi codificado é que as religiões antigas teriam oportunidade de criarem linhas de trabalhos espirituais e magísticas, que atuariam sob a regência dosOrixás, mas recorreriam aos seus próprios conhecimentos.

Dessa maneira formaram-se as falanges de trabalho, as quais têm um Espírito de elevadíssima magnitude e vibração, sustentando toda a alinha de ação e força, nela foram assentados diversos espíritos com o mesmo padrão vibratório. Ao espírito que recebeu a outorga de um dos Orixás Intermediários para manifestar seus mistérios. Assim surgiram muitas linhas de trabalho e todas foram englobadas no grau de linhas de Caboclo, Pretos-Velhos, de Exús, etc.

No Ritual de Umbanda Sagrada, isso acontece com regência e vem explicar as hierarquias existentes nos Planos Espirituais, onde os espíritos incorporados a elas assumem a “aparência” de seu chefe de falange.

Chefe da Falange é o Guardião de um mistério mágico, único e do qual se servem todos os membros da hierarquia no cumprimento de suas missões ou na realização de trabalhos espirituais junto aos mediadores umbandistas.

Por isso é que pode haver mais de cem Caboclos com nome idêntico, incorporando ao mesmo tempo em lugares diferentes, ou não, com igual aparência.

entidades
Guias espirituais – Entidades

Referência bibliográfica:
Doutrina e Teologia de Umbanda Sagrada.
Autor: Saraceni, Rubens.
Os Arquétipos da Umbanda – As hierarquias Espirituais dos Orixás
Autor: Saraceni, Rubens.